Por que não sou chamado para entrevistas?

Publicado em 13/09/2016

Confira 15 erros que você pode estar cometendo no currículo, que eliminam as suas chances de ser chamado para as próximas etapas do processo seletivo

Por que não sou chamado para entrevistas?
Foto: Divulgação

Para ser chamado às entrevistas de emprego, o candidato não deve ter apenas um bom histórico profissional. É preciso saber como colocar essas informações nocurrículo corretamente – o documento mais importante no mundo profissional.

É através dele que os recrutadores vão decidir se você tem potencial para ocupar a vaga disponível ou não. Devido à grande quantidade de currículos por vaga, destacam-se aqueles que mostram de cara que o candidato tem boa parte do que a empresa está procurando.

Portanto, se você tem recebido e-mails que te desclassificam do processo seletivoantes mesmo da entrevista de emprego, ou simplesmente não obtém retorno das empresas, é hora de rever as informações do seu currículo antes de clicar no botão “enviar” mais uma vez.

Veja 15 dicas ter um currículo objetivo que aumentam as suas chances de ser chamado para entrevistas de emprego:

PERFIL

 Não coloque informações desnecessárias, como data de nascimento, nome dos pais, salário pretendido ou remuneração anterior (deixe estes dados para esclarecer na entrevista de emprego).

→ Só escreva o número da CNH se a vaga pretendida requer essa qualificação, como a função de motorista.

→ O mesmo acontece com a foto. Só coloque se for requisitado pela empresa no anúncio da vaga. Geralmente, cargos como o de promotores de vendas pedem currículos com foto.

→ Deixe os seus dados bem à vista, no topo, após o seu nome. Não use e-mails pouco profissionais, com apelidos em diminutivo, por exemplo.

→ Fique atento a formatação. Todas as palavras devem ter a mesma fonte, de preferência Arial. Títulos e subtítulos podem ter tamanho diferente das informações, desde que sigam um padrão.

OBJETIVO PROFISSIONAL

→ Não use declarações muito longas. Explique apenas em que você é qualificado, como é a sua carreira e o que pretende fazer se conquistar a vaga. 

→ Não envie o mesmo CV para todas as vagas. Cada vaga exige competências diferentes, e você deve adaptar o objetivo do seu currículo de acordo com as qualificações que as empresas estão buscando.

→ Não envie currículo para diferentes pessoas de uma mesma empresa, nem mais de uma vez o mesmo currículo para a mesma pessoa. Aguarde ser chamado caso seu perfil interesse ao RH

QUALIFICAÇÕES

→ Coloque o seu nível de escolaridade mais avançado em primeiro lugar. Por mais que você tenha estudado cursos complementares mais recentemente, acrescente essa informação em um subtítulo separado.

EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS

→ A experiência profissional mais recente (ou atual) deve ser colocada primeiro e, em seguida, as mais antigas, na ordem. Vale incluir até, no máximo, os últimos 4 empregos.

→ Insira apenas as últimas experiências profissionais e, na descrição de cada uma delas, destaque as funções que podem servir de base para a vaga pretendida.

→ Não use informações sigilosas dos projetos em que já participou em outros empregos para se autopromover. Conte apenas o que não vá prejudicar as empresas anteriores.

→ Se você está atualizando o seu currículo online, aposte nas palavras-chave para descrever as suas qualificações ou experiências profissionais.

→ Não conte porque se demitiu ou foi demitido. Essa é outra das informações que devem ser discutidas na entrevista de emprego, quando questionadas.

→ Revise o seu currículo por inteiro. Fique atento às normas de português e, em nenhuma hipótese, mantenha gírias ou erros de digitação.

Fonte: Carreiras e Empregos


Categorias: Notícias

Comentários

 

 

Mais Notícias

Página 1 de 90