Reciclagem de Tecido

Publicado em 10/10/2016

Conheça a madeira têxtil

Reciclagem de Tecido
Foto: Divulgação

Sobras de tecido da indústria têxtil tem um baixo índice de reciclagem e acabam parando em aterros e lixões. Nesses locais, tecidos funcionam como esponjas, segurando o chorume (substância líquida resultante do processo de apodrecimento de matérias orgânicas) e se transformando em um poderoso contaminante com grande dificuldade de degradação.

Sacolas plásticas tem muitas utilidades, porém normalmente são descartadas após o primeiro uso. A leveza desse produto, tanto complica para ter um volume que interesse aos recicladores quanto faz com que a sacola seja facilmente levada pelo vento, indo parar no mar.

Solução

Wootex, a madeira têxtil! O Grupo Vive, uma das maiores empresas de reaproveitamento e reciclagem de tecidos na Europa, tinha um problema com os tecidos muito sujos, mofados ou manchados, que não eram possíveis de revender ou transformar e assim surgiu o Wootex, um novo material plástico super resistente, feito de resíduos de tecidos velhos e sacolas plásticas, produzido em um processo exclusivo e patenteado pelo grupo polonês.

Madeiras plásticas já existem no mercado, mas o Wootex, por misturar tecido com plástico, consegue ser menos pesado e suave ao toque. Como as madeiras plásticas, Wootex é mais resistente, não lasca, não apodrece, não absorve umidade, é à prova de intempéries, sua vida útil é mais longa do que a madeira e não exige pintura ou verniz.

Produtos

Uma infinidade de objetos podem ser produzidos a partir do Wootex, mas o site da empresa destaca-os como matéria prima para a construção de galpões, celeiros, garagens e construções semelhantes.

casas

Fonte: Setor Reciclagem


Categorias: Notícias

Comentários

 

 

Mais Notícias

Página 1 de 90