SP terá central de compostagem pública com capacidade para 25t/dia de resíduos orgânicos

Publicado em 21/10/2016

O adubo produzido no pátio será distribuído para escolas e entidades assistenciais. Esta é a 2a central da cidade.

SP terá central de compostagem pública com capacidade para 25t/dia de resíduos orgânicos
Foto: Divulgação Cesar Ogata/Secom

A Prefeitura de São Paulo iniciou na última semana as obras para a instalação de um pátio de compostagem que atenderá a região central da capital paulista. Localizado na avenida do Estado, nas imediações do Mercado Municipal, o equipamento vai ocupar uma área de 2.800 m² e contará com nove leiras de 25m x 2m e dois reservatórios de chorume, com capacidade para receber cerca de 25 toneladas diárias de restos de frutas, verduras e legumes das feiras em um raio de dez quilômetros da região.

Além de contribuir para o meio ambiente, já que os resíduos das feiras deixarão de ir para aterros e o chorume produzido será reciclado na própria compostagem, o adubo produzido no pátio será distribuído para escolas e entidades assistenciais. Segundo a Secretaria Municipal de Serviços, responsável pela medida, ainda existe a possibilidade de o produto ser comercializado por cooperativas de catadores, gerando trabalho e renda para essa categoria de trabalhadores.

O pátio, cercado por gradil e floreiras, vai contar ainda com um espaço destinado a visitações de estudantes e delegações interessadas no projeto e uma horta, que será abastecida com o adubo produzido no local. Com um custo de R$ 1.454.426,95, a central deverá estar em funcionamento até o final do ano.

Este é o segundo pátio de compostagem que a cidade recebe. A primeira central foi inaugurada na Lapa, em 2015. De acordo com a pasta, outros quatro pátios serão instalados ainda neste ano, em Ermelino Matarazzo, Mooca, São Mateus e Vila Guilherme/Vila Maria.

Foto: Cesar Ogata / SECOM

Foto: Cesar Ogata / SECOM

Fonte:  Prefeitura de São Paulo

 


Categorias: Notícias

Comentários

 

 

Mais Notícias

Página 1 de 90